Eu, um suicida?

image“Quando alguém for tentado, jamais deverá dizer: “Estou sendo tentado por Deus”. Pois Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Cada um, porém, é tentado pelo próprio mau desejo, sendo por este arrastado e seduzido. Então esse desejo, tendo concebido, dá à luz o pecado, e o pecado, após ter se consumado, gera a morte.” Tiago 1.13-15

Parece loucura, mas muitas vezes até mesmos os Cristãos são suicidas. Como assim? A resposta é simples. Ocorre naqueles momentos que conscientemente, o pecado ganha força e domina as pessoas.

O pecado é mortal e implacável. Fez o primeiro casal perder o paraíso, Caim assassinar Abel, a mulher de Ló transformar-se numa estátua de sal, os irmãos de José vende-lo, Moisés não entrar em Canaã, Davi adulterar com a mulher do seu comandante, Judas trair Jesus...

A força do pecado fez com que o dilúvio atingisse o mundo, Reis perdessem seus tronos, famílias se desintegrassem, Ministros perdessem a alegria de ministrar, guerras se abatessem sobre povos, mortes e atrasos no Reino de Deus....

Mas é bom saber que a Bíblia não oferece desculpas ao pecador. A culpa não é de Deus. As pessoas permitem ser seduzidas por si próprias, pela cobiça, pelo orgulho, pela insaciabilidade interior e depois gestam e concebem a morte.

Somente Jesus e o Seu sacrifício para derrotar a loucura do pecado.

Na verdade, desprezar a Deus e optar pelo pecado é uma atitude suicida. Você quer viver ou morrer?

No Autor da Vida,

Pastor Elias Alves Ferreira

Um comentário:

PC.IAPBA disse...

Maravilhosa reflexão! realmente, quem não se aparta do mal está vuneravel e correndo serio perigo de perder a vida, Graça e paz.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails