Ric Elias: As 3 coisas que descobri quando meu avião caiu

Ric Elias tinha um assento na primeira fila no voo 1549, o avião que pousou no rio Hudson, em Nova York em janeiro de 2009.

Um comentário:

Esaú Mendes disse...

Não precisou um avião cair comigo dentro para eu aprender o quanto a vida terrena é passageira e o quanto meus valores e conceitos estavam errados.

Quem sobrevive a tragédias pessoais passa a saber, como nunca soube antes, o que realmente é importante para se viver bem.

Em experiências desse tipo (falo por mim, pois sobrevivi ao que seria fatal), fica evidenciado, de forma definitiva, que servir e amar a Deus (que nos mantém vivos) e seguir aos seus ensinamentos, é o que fará a grande diferença em todo o resto de tempo que VIVERMOS aqui nessa terra. As demais coisas não passam de ilusões que se desfazem num piscar de olhos!

Foi isso que aprendi como sobrevivente de uma tragédia que seria inevitável aos olhos humanos, e com esse entendimento quero viver até o dia de partir, inclusive sem jamais sentir medo, pois todos nós somos meros mortais.

A principal lição que tomei para mim e não esquecerei jamais é que sem Ele, de forma real em minha vida, as coisas certamente seriam muito piores. D'Ele não abro mão, pois foi quem literalmente me segurou!!!

O grande detalhe que devemos ficar bastante atentos é que só podemos optar em segui-lo e obedecê-lo enquanto estivermos vivos. Caso contrário...

Ainda bem que tive tempo para optar e optei! Aliás, ainda bem que Deus me concedeu tempo para fazer essa opção!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails